O blog a boa notícia, tem como objetivo levar o leitor a conhecer um pouco mais da obra redentora consumada pelo Senhor Jesus Cristo.

sexta-feira, 25 de abril de 2014

O CORDEIRO DE DEUS.

Chamou pois Moisés a todos os anciãos de Israel, e disse-lhes: Escolhei e tomai vós cordeiros para vossas famílias, e sacrificai a páscoa.
Então tomai um molho de hissopo, e molhai-o no sangue que estiver na bacia, e passai-o na verga da porta, e em ambas as ombreiras, do sangue que estiver na bacia; porém nenhum de vós saia da porta da sua casa até à manhã.
Porque o SENHOR passará para ferir aos egípcios, porém quando vir o sangue na verga da porta, e em ambas as ombreiras, o SENHOR
passará aquela porta, e não deixará o destruidor entrar em vossas casas, para vos ferir.
Êx 12.21,23

A história que se passa acima é a descrição de um sacrifício que Deus havia pedido para seu  povo (Israel). O motivo de Deus ter pedido para que eles fizessem todo esse ritual, era porque, Faraó o rei do Egito, mantinha o povo de Israel escravo. Por causa disso, Deus visitaria o Egito durante a noite e feriria todo o primogênito (primeiro filho), das famílias dos egípcios e dos israelitas. Porém, onde Deus passasse e visse o sangue na verga da porta, então ali o primogênito não seria ferido.
Mas por que  Deus fez isso? Bom, porque após esse episódio, Faraó libertaria o povo israelita. E também, esse episódio é a figura, exemplo, sombra do que Deus faria futuramente por todos os seres humanos.
Os seres humanos também estão na condição de presos, mas não é por Faraó.
Quem aprisionou os seres humanos foi o diabo, sim você já deve ter ouvido falar dele, aquele anjo que cometeu uma transgressão no céu e por causa disso foi banido. Pois é, o diabo enganou também os seres humanos, fazendo com que eles cometessem uma transgressão também. Sabe o que aconteceu com os seres humanos? Veja só.

Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens (seres humanos) por isso que todos pecaram.
Rm 5.12

Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;
Rm 3.23

É isso mesmo, bastou um pecado (transgressão) para sermos condenados. Te pergunto. Com quantos pecados você acha que vai entrar na presença de Deus? Creio que você sabe a resposta, sim isso mesmo com nenhum pecado, o que obviamente é impossível para qualquer pessoa.
Mas, talvez você diga: "eu não tenho nenhum pecado, eu não cometo pecado".
Então nós temos um problema. O problema é que a palavra de Deus testemunha contra esse argumento. De uma olhada:

"Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.
I Jo 1.8"

E não é só isso, ainda tem mais veja.

"Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo (Deus) mentiroso, e a sua palavra não está em nós.
I Jo 1.10"

 Você pensa que acabou por ai, não, não acabou. A palavra de Deus ainda testemunha que:

"E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo.
“Hb 9.27”

Não pense que o juízo do qual é falado ali, seria algo do tipo um julgamento para saber quem merece estar com Deus, lembre-se de que todos pecaram, e por isso ninguém com pecado poderá estar com Deus. Ao invés de lermos juízo, seria bom colocarmos a palavra sentença.

"vindo depois disso a sentença"

Mas que sentença é essa?

"Amarrai-o de pés e mãos, levai-o, e lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes.
Mt 22.13"

Sem amigos, sem pai, sem mãe, sem irmãos, sem namorado (a), sem primos, sem filhos, sem parentes, sem netos, etc, etc. e  principalmente sem Deus.
Trevas exteriores, escuridão, solidão total sem ninguém.
Por quanto tempo isso? TODA A ETERNIDADE.
Bom se é assim, então o que fazer para não entrar em condenação?
A verdade é que nenhuma obra penitencia ou boa ação que eu, você ou qualquer outra pessoa faça nos livrará dessa condenação.
Assim como os israelitas precisaram do sangue de um cordeiro para não serem punidos com a morte, hoje os seres humanos também precisam do sangue de um cordeiro para não serem condenados eternamente. Mas não é o sangue de um cordeiro qualquer que eu e você precisamos. O cordeiro para esse sacrifício foi dado pelo próprio Deus. Esse cordeiro é Jesus Cristo. É ai que entra a boa notícia e o precursor dessa boa notícia foi o profeta João Batista, veja o ele disse quando viu o Senhor Jesus vindo em sua direção:

"No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.
Jo 1.29"

Sim Jesus cristo foi crucificado e teve seu sangue derramado, e isso era Deus realizando o sacrifício de um cordeiro pelos seres humanos. Todos os que crerem nesse sacrifício são como si fossem lavados por esse sangue com isso fica livre da condenação futura. Então quando Deus olhar para aquele que crê, verá o sangue de Cristo  e não condenara tal pessoa. Preste atenção nessas palavras do Senhor Jesus:

Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.
Jo 5.24"

Para muitos é estranho ouvir falar de sacrifício, numa época como a de hoje que estamos,    bem evoluídos, em um mundo globalizado, na era da informação, com tantas descobertas e feitos tão grandiosos  do homem. Porém, há 2000 mil anos atrás as pessoas daquela época se consideravam tão sábias e atualizadas, quanto as de hoje, por causa disso não creram no cordeiro de Deus. Mas o sacrifício continua valendo. E se passar mais 150 anos Deus ainda estará salvando aqueles que crerem nesse sacrifício. Pergunto a você: onde você estará com toda sua sabedoria, informação atualizada daqui a 150 anos? Pois é, e Deus estará no mesmo lugar e salvando através do mesmo sacrifício.
O que Deus ainda leva em consideração até os dias de hoje é o sacrifício do Senhor Jesus, não o quanto estamos atualizados ou informados.


E você? O quanto leva em consideração esse sacrifício? A resposta definirá seu destino na eternidade.